O que é TDAH?

O TDAH é um distúrbio neurobiológico de causas genéticas, que aparece na infância e geralmente acompanha a pessoa pelo resto de sua vida. Seus principais sintomas são desatenção, inquietação e impulsividade presentes em vários contextos (em casa, na escola, na vida social) de maneira persistente. Para caracterizar o transtorno, é necessário que os sintomas resultem em prejuízos marcantes e sofrimento para o paciente.

E quais são os sintomas do TDAH entre as crianças?

1. Hiperatividade

De acordo com a Associação Brasileira do Déficit de Atenção (ABDA),

As crianças com TDAH, em especial os meninos, são agitadas ou inquietas. Frequentemente têm apelido de “bicho carpinteiro” ou coisa parecida. Na idade pré-escolar, essas crianças mostram-se agitadas, movendo-se sem parar pelo ambiente, mexendo em vários objetos como se estivessem “ligadas” por um motor. Mexem pés e mãos, não param quietas na cadeira, falam muito e constantemente pedem para sair da sala ou da mesa de jantar.

2. Desatenção

Elas têm dificuldades para manter atenção em atividades muito longas, repetitivas ou que não lhes sejam interessantes. Elas são facilmente distraídas por estímulos do ambiente externo, mas também se distraem com pensamentos, isto é, vivem “voando”. Nas provas, são visíveis os erros por distração (erram sinais, vírgulas, acentos, etc.). Como a atenção é imprescindível para o bom funcionamento da memória, elas em geral são tidas como “esquecidas”: esquecem recados ou material escolar, aquilo que estudaram na véspera da prova, etc. Quando elas se dedicam a fazer algo estimulante ou do seu interesse, conseguem permanecer mais tranquilas. O fato de uma criança conseguir ficar concentrada em alguma atividade não exclui o diagnóstico de TDAH – os portadores de TDAH vão ter muitas dificuldades em manter a atenção em um monte de coisas.

3. Impulsividade

Elas também tendem a ser impulsivas (não esperam a vez, não lêem a pergunta até o final e já respondem, interrompem os outros, agem antes de pensar). Frequentemente também apresentam dificuldades em se organizar e planejar aquilo que querem ou precisam fazer.

A ABDA nos lembra ainda que o desempenho dessas crianças

…sempre parece inferior ao esperado para a sua capacidade intelectual. O TDAH não se associa necessariamente a dificuldades na vida escolar, embora esta seja uma queixa freqüente de pais e professores. É mais comum que os problemas na escola sejam de comportamento que de rendimento (notas).

Um aspecto importante: as meninas têm menos sintomas de hiperatividade-impulsividade que os meninos (embora sejam igualmente desatentas), o que fez com que se acreditasse que o TDAH só ocorresse no sexo masculino. Como as meninas não incomodam tanto, eram menos encaminhadas para diagnóstico e tratamento médicos.

O TDAH existe mesmo? Quantas pessoas são acometidas? Quais as causas?

O TDAH é um transtorno reconhecido pela Organização Mundial de Saúde e pelas mais diversas associações de médicos e psicólogos em todo o mundo. A primeira descrição desse quadro clínico foi em 1917.

Essa é uma desordem, infelizmente, comum. Estima-se que acometa entre 3 e 5% das crianças nas mais diversas regiões do mundo.

Hoje sabemos que o indivíduo herda geneticamente a predisposição para o TDAH e que os portadores apresentam uma alteração no funcionamento do lobo frontal e suas conexões com o restante do cérebro. Essa região é responsável pela capacidade de autocontrole, atenção, planejamento e organização. Os fatores escolares e familiares são importantes no desencadeamento do transtorno e na piora da sintomatologia, mas não são a causa.

Como é feito o tratamento?

De acordo com as evidências científicas, em casos moderados e graves, a primeira linha do tratamento é o uso de medicação para otimizar o funcionamento do lobo frontal e suas conexões. Associadas ao medicamento, são importantes estratégias a terapia cognitivo-comportamental e a orientação para pais e professores.

O TDAH também pode acometer adultos?

Hoje sabemos que cerca de 60% das crianças com TDAH permanecerão com alguns sintomas na vida adulta, geralmente em menor intensidade.

Com a palavra, a ABDA:

Os adultos com TDAH costumam ter dificuldade de organizar e planejar suas atividades do dia-a-dia. Por exemplo, pode ser difícil para uma pessoa com TDAH determinar o que é mais importante dentre muitas coisas que tem para fazer, escolher o que vai fazer primeiro e o que pode deixar para depois. Em consequência disso, os indivíduos com TDAH acabam deixando trabalhos pela metade, interrompem no meio o que estão fazendo e começam outra coisa, só voltando ao trabalho anterior bem mais tarde do que o pretendido ou então se esquecendo dele.

O portador de TDAH fica com dificuldade para realizar sozinho suas tarefas, principalmente quando são muitas, e o tempo todo precisa ser lembrado pelos outros sobre o que tem para fazer. Isso tudo pode causar problemas na faculdade, no trabalho ou nos relacionamentos com outras pessoas.

Mas olha só: todos nós temos nossos esquecimentos, trapalhadas e distrações. Nada de grilos! Isso não significa que todos temos TDAH! O TDAH é um transtorno psiquiátrico cujos sintomas ocorrem em uma frequência e intensidade muito maior que os lapsos da vida cotidiana.

Para entender melhor:

Clique aqui para ler a cartilha confeccionada pela ABDA.

Clique aqui para ler “Uma Conversa com Educadores”.

Anúncios

Tags:, ,

Categorias: PSIQUIATRIA

Autor:Pílulas de Insight

Médico psiquiatra e psicoterapeuta CRM 118.041 Mestrando na Faculdade de Medicina da USP Pesquisador do Núcleo de Epidemiologia Psiquiátrica da USP Professor da Sociedade Paulista de Psicanálise Bacharel em Comunicação Social Atendimento individual, de casal e de família Português - English - Español - Français Curriculum Vitae: http://lattes.cnpq.br/0995802665509848 geilson@pilulasdeinsight.com.br (11) 3262-1348 (PR) (11) 99477-3472 (PR, EN, ES, FR)

Acompanhe!

Você quer acompanhar o Pílulas de Insight?

Trackbacks/Pingbacks

  1. A psiquiatria inventa doenças e tenta medicar os comportamentos destoantes? | Pílulas de Insight - 16/07/2012

    […] Veja ainda: O que é TDAH? […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: